Como funciona o Asilo Político?

O asilo político é oferecido a qualquer cidadão que esteja sofrendo qualquer tipo de perseguição em seu país, seja ela por conta da sua raça, cor, religião ou delitos políticos. O asilo político é oferecido por outro país que esteja a fim de ajudá-lo.

Recentemente tivemos um caso de asilo político brasileiro, onde o americano Edward Snowden revelou segredos da CIA (Agência de Inteligência Americana) e começou a ser perseguido por todo o território americano. O Brasil lhe ofereceu asilo político após ele revelar a sua idade e a necessidade de sair do seu país.

Como funciona o Asilo Político

Os seus dados afetaram o mundo todo e a forma que o Estados Unidos por todo o mundo. Com segredos como monitoramento de diversos dirigentes políticos pelo mundo todo, o país foi visto com maus olhos por um bom tempo. O ex-agente ainda afirmou que a CIA mantinha senhas, registros de acesso de usuários em redes sociais, localização de telefones e muito mais.

O conceito de asilo político muitas vezes é confundido com refugiados, e a diferença em sua maioria está na quantidade de pessoas que saem do seu país de origem. O asilo é requerido para apenas uma pessoa e é analisado caso a caso. Apesar que todo refugiado pode pedir asilo para si.

Tivemos grandes nomes pedindo asilos nos anos passado, como o caso de Trotsky no México, Hobbes na França e assim por diante. O direito de asilo político no Brasil é um direito que consta constitucionalmente e deve sempre ser analisado.

Há casos de extradição somente em casos de crime comum. Este trato ainda está sendo analisado junto a diversos países. Este tipo de direito é tradição nos países ocidentais, apesar de que há indícios de que tudo começou com os gregos, judeus e egípcios. Um asilo político pode ser negado, e não é necessário a explicação da negação. Na maioria dos casos de negação de asilo acontece quando o asilo possa impossibilitar a negociação entre dois ou mais países.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *