Soluções para diminuir a criminalidade no Brasil

Uns dos grandes problemas do Brasil e que nenhum governo, seja de esquerda, de direita,de qualquer partido, consegue resolver, é o aumento da violência, da criminalidade e da falta de soluções para a segurança pública do país.

Por isso, esse texto vai refletir sobre algumas das soluções para diminuir a criminalidade no Brasil, apontadas por especialistas no assunto, para que o Brasil possa começar a progredir nesse campo. Assim como já avança em muitos outros, como a diminuição da fome e da desigualdade.

Melhores soluções para diminuir a criminalidade no Brasil

Soluções para diminuir a criminalidade no Brasil

Reforma da polícias

A primeira solução apontada por vários estudiosos e pesquisadores da segurança pública, é a urgente reforma das polícias, as quais, 25 anos depois da nova Constituição, ainda são refratárias às mudanças, são hostis entre si e praticam o corporativismo.

Isso prejudica qualquer avanço que se possa ter em uma política de segurança publica mais democrática e eficiente, pois, a polícia brasileira, não está preparada para servir a população, porque, em vários momentos é colocada em oposição a ela.

Além disso, existe uma clara incapacidade investigativa para resolver crimes, como diz o antropólogo Luiz Eduardo Soares;

“As polícias civis demonstram baixa capacidade investigativa e, tanto nesta como nas polícias militares, proliferam as máfias, chamadas de milícias, que expandem seus negócios e territórios sob seu domínio”.

Além da clara necessidade da unificação das policias, outras formas de melhorar a segurança pública poderiam ser utilizadas.

Mudança código penal

Umas delas, sugerida pelo sociólogo Luís Flávio Sapori, é a reforma do Código Penal e a implementação de planos articulados de repressão ao crime, planos de prevenção social e, por fim, a urgente criação de um programa nacional de prevenção contra a violência juvenil.

Isso porque, os jovens negros, da periferia, são as pessoas que mais sofrem com a violência, tanto do crime organizado, como do crime policial, as famosas milícias.

“Nada explica isso, senão a cultura e a resistência corporativa dessas instituições. Esse modelo é caro, ineficiente e contraproducente. Sou favorável a uma polícia única, de ciclo completo”, ressalta Sapori.

Essas são algumas das soluções apontadas por especialistas para que se consiga melhorar a segurança pública e diminua-se as altas taxas de violências que o Brasil apresenta atualmente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *